Escala M-Chat: 23 questões que podem identificar sinais de autismo em crianças de 16 a 30 meses


Identificar e tratar o autismo nos primeiros anos de vida pode amenizar significativamente os sintomas e proporcionar uma qualidade de vida muito melhor para a criança.

Por esse motivo, grande parte dos especialistas em autismo se dedicam a estudar maneiras de diagnosticar o autismo precocemente.


No Brasil, o instrumento de identificação precoce do TEA (Transtorno do Espectro Autista) é a escala M-CHAT, que é um teste composto por 23 questões que devem ser respondidas pelos pais de crianças entre 16 e 30 meses de idade, que estejam acompanhando o filho em uma consulta com o pediatra.


A pontuação das respostas indica a presença ou não dos sinas do TEA.

É importante ressaltar que o teste não confirma o diagnóstico. Ele apenas indica, em caso de pontuação elevada, a necessidade de se buscar ajuda profissional.

O teste M-CHAT classifica as crianças em 3 níveis:


• Pontuação de 0 a 2 | Baixo Risco

As chances de desenvolver o TEA são baixas e não existe a necessidade de buscar ajuda profissional. *Crianças que tenham menos de 24 meses precisam refazer o teste.


• Pontuação de 3 a 7 | Risco Moderado

Crianças que atingem essa pontuação devem fazer a segunda etapa do teste. Se nessa etapa o resultado for igual ou maior que 2, é necessário buscar pela ajuda de um especialista.


• Pontuação de 8 a 20 | Alto Risco

Quando a pontuação está acima de 8, os riscos de um diagnóstico de autismo são altos e é imprescindível que um especialista seja consultado o quanto antes.


Clique aqui para baixar a escala M-CHAT em formato PDF.


*O teste serve apenas para indicar a existência de sinais de autismo. Caso tenha qualquer dúvida em relação ao desenvolvimento de seu filho(a), busque a ajuda de um profissional.

189 visualizações

Empresas Parceiras

Portal Tsunago - © Todos os Direitos Reservados a  有限会社ニュービジネス