Brinque com seus filhos enquanto eles ainda querem brincar com você

Por Ronaldo J. Sugimoto -

Ter um filho é como viver uma grande aventura. Os primeiros meses nos fazem, literalmente, perder o sono. Choro, fraldas a trocar, mamadeiras por fazer, preocupações com a saúde do bebê. São tantas mudanças em nossas vidas, tantas novas responsabilidades, que algumas vezes desejamos que essa fase passe rápido e que tenhamos novamente aquele tempo só nosso, pra assistir um filme, sair com os amigos, ir para a academia.


O que não percebemos é que tudo isso passa muito mais rápido do que realmente gostaríamos e, quando percebemos, nosso bebê se tornou uma criança, que pouco tempo depois vai entrar na adolescência e preferirá a companhia dos amigos ao invés da nossa.


Aí bate aquela saudade dos dias em que éramos heróis. Sentimos falta daquela voz fininha nos chamando, enquanto aquela mãozinha nos puxava e tentava nos escalar para ganhar um pouquinho de colo. Lembramos daquele olhar ingênuo, nos procurando e esperando nossa aprovação. Até mesmo as piores birras se tornam engraçadas em nossas lembranças e aí percebemos que o tempo passou muito mais rápido do que esperávamos e, por mais que tenhamos nos dedicado, aquela pontinha de arrependimento nos fará pensar que poderíamos ter feito mais.


Então por que não fazer agora? Por que trabalhar tanto ao ponto de não ter tempo para as pessoas mais importantes da nossa vida? Menos de uma hora de atenção diária para nossos pequenos pode fazer toda a diferença em suas vidas e, consequentemente, nas nossas também.


Muitos adolescentes que se perdem em meio à delinquência juvenil afirmam que gostariam de ter recebido mais atenção dos pais durante a infância. Cartas de jovens que, em meio à depressão, tiram suas próprias vidas, muitas vezes falam que tudo o que queriam era sentir-se importantes para alguém.


Nós somos os responsáveis diretos por tudo o que acontece nas vidas de nossos filhos, pois a maneira como nos portamos reflete diretamente na formação deles.

Crianças que recebem atenção diária dos pais tendem a ser mais confiantes e comunicativas. Elas tem boas notas na escola e geralmente fazem amigos facilmente, enquanto aquelas que não recebem atenção, geralmente se tornam adolescentes com baixa autoestima e com problemas de socialização, o que acaba afetando negativamente os estudos e, no futuro, o trabalho.


Cabe a nós, pais, adaptarmos nossa realidade e nossa rotina para que nossos filhos possam ter um futuro melhor. É nossa responsabilidade criar um ambiente que garanta aos nossos pequenos a chance de desenvolverem seu caráter e seu intelecto, sabendo que sempre poderão contar com nosso apoio.

E por mais que brincar de bonecas e carrinhos possa parecer algo monótono hoje, um dia essas lembranças serão tesouros, que trarão alegria às nossas vidas, enquanto assistimos nossos filhos felizes, criando seus próprios filhos segundo o exemplo que demos em sua infância.

Dedique seu tempo e brinque com seus filhos enquanto eles ainda querem brincar com você.

81 visualizações

Empresas Parceiras

Portal Tsunago - © Todos os Direitos Reservados a  有限会社ニュービジネス